sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Leish chegou a S P - Alerta vermelho aos Prefeitos - Urgente


11/10/2011 10:23

Marília - SP registra a forma mais grave de Leishmaniose Visceral em criança de 6 anos


Criança de 6 anos ficou internada por cinco dias no Hospital das Clínicas, em São Paulo, depois de contraído Leishmaniose Visceral Americana, a forma mais severa da doença. Esse foi o primeiro caso autóctone [quando é contraído na cidade] registrado em São Paulo.
A doença foi diagnosticada por meio de exame especifico realizado pelo Hospital das clínicas e confirmado pela Instituto Adolf Lutz. O garoto foi medicado e depois de cinoc dias internado, teve alta neste domingo (9).

Com a confirmação do caso, a Secretaria da Saúde de São Paulo iniciou uma trabalho de varredura nas casas da região onde mora a criança.

É transmissível tanto ao cão [sem tra...
Agentes de saúde trabalham numa busca ativa de pessoas com sintomas compatíveis, além de animais suspeitos de portar a doença. Um inquérito canino deverá encaminhar amostras de sangue de cem animais da região que são os principais reservatórios na área urbana.
Além disso, o Coordenador da Vigilância Ambiental e Controle de Zoonoses, Lupercio Lopes Garrido Neto, afirma que uma série de ações deverá ser promovida, em relação à população humana, aos cães e ao meio ambiente.
“A população deve ser estimulada a manter os espaços urbanos limpos (como quintais e terrenos), acondicionar o lixo de maneira adequada, evitar fazer descartes em terrenos vagos e promover qualquer acúmulo de matéria orgânica, como formas de dificultar a proliferação do inseto”, afirma Garrido -fonte - Primeira edição.

Leishmaniose provoca reunião de emergência

Reunião de emergência convocada pelo prefeito Mário Bulgareli ontem, 12 outubro 2011, com praticamente todos os secretários municipais decidiu ações urgentes para combater possível avanço da leishmaniose na cidade.
Entre as proposta está incluso limpeza de vias públicas, exames de cães, varredura em busca de sintomáticos e prevenções químicas.
Segundo o coordenador da Divisão de Zoonoses, Lupércio Garrido Netto, desde a comprovação do primeiro caso da doença na semana passado foram iniciadas buscas de outras pessoas com sintomas.
Ele afirma que a partir de segunda-feira será iniciado inquérito canino que vai atingir cem cães da região de risco da doença que engloba os bairros Santa Antonieta, Santa Antonieta 2, Primavera, Nova Almeida e Parque das Nações, na zona norte.
A Secretaria de Serviços Urbanos e Secretaria de Obras também vão entrar nas ações com limpeza das vias públicas em toda a cidade, buscando a retirada de materiais em decomposição, principal foco do mosquito palha transmissor da doença. Proprietários de áreas particulares serão notificados.
A Secretaria de Saúde será responsável pelas capacitações em médicos e enfermeiros, buscando o diagnóstico prévio. “A doença existe precisamos aprender a lidar com ela, o diagnóstico prévio será essencial, pois a leishmaniose é 90% letal se não tratada inicialmente”, disse Garrido.
Veterinários da cidade também vão ser capacitados para maior atenção com os cães. A reunião teve a presença da Sucen (Superintendência de Controle de Endemias) que será responsável pela ação química como nebulização. “Não adianta somente passar veneno por isso será o último método utilizado. Vamos antes conscientizar a população para importância da limpeza constante, não deixar fezes, restos de comidas em quintais que são focos para atração do mosquito palha”, disse Garrido.
Já a Secretaria da Educação realizará reunião com as diretoras das escolas e palestras sobre a doença em trabalho educativo.    Fonte - Diário de Marília
Veja também -

José Franson  -  Oferecemos a todos os prefeitos, nossa humilde contribuição com um projeto que se executado  soluciona definitivamente o sofrimento dos animais abandonados. Projeto "Postos veterinários de Proteção aos animais", de baixo custo, absolutamente viável, sem burocracia, sem controles desnescessários e com participação cooperativa e fundamental da comunidade. Por favor, leia e analise com coração e mente aberta aos sentimentos de amor e compaixão aos animais. Lute com todas as suas forças para que seja executado em sua cidade. Depende exclusivamente da vontade politica do prefeito, não precisa lei, etc. Se necessário organize um grande movimento popular para "convencer" seu prefeito. O projeto está neste link - http://amigosdosanimaisdetatui.blogspot.com/2011/02/solucao-definitiva-para-o-sofrimento.html

Acreditamos que a execução do projeto ajuda muito no controle eficaz da Leishmaniose e resgata nossa dívida ética e histórica com os animais abandonados.








Campanha nacional permanente - “Fecha canil do CCZ - Tortura nunca mais” Eu aderi. (cole o slogan/link no email, blog, seja criativo)



Nenhum comentário: