quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Combate a Leishmaniose - PL - Urgente - Participe


Ontem 22 novembro 2011, foi realizada a audiência, na Câmara dos Deputados, sobre o combate à leishmaniose. Foi muito favorável a nós, pois o representante do ministério da saúde usou dados contraditórios, terrorismo (você vai ter que escolher entre seu cachorro ou seu filho!!!), brigou com o ministério da agricultura por liberar a vacina (este não tinha representante lá), mostrando que eles estão batendo cabeça, etc. Abaixo coloco um link para uma matéria que foi divulgada sobre o debate. Participe, por favor, deixando um comentário. Quando essas matérias são muito comentadas abrem a possibilidade de a Câmara fazer outras ações sobre o tema, visando a participação popular. Deixe seu recadinho para o relator, deputado Mandetta, que certamente vai ler os comentários.
O relator disse na audiência que seu relatório vai ser técnico e vai levar em conta  principalmente o que preconiza a OMS. O problema é que o representante do ministério disse que a OMS indica a eutanásia, enquanto os outros dois participantes disseram que não, muito pelo contrário, que a recomendação seria o tratamento. O relator então pediu mais informações, posteriormente, aos participantes. Caso vocês tenham contatos ligados à essa causa da leishmaniose, por favor, repassem este e-mail e peçam para eles encaminharem ao relator material que comprove sucesso nos tratamentos (o ministério disse que é só desperdício de tempo e dinheiro, que os cães sempre são reincidentes, desanimando alguns) e, principalmente, indicação de estudos que comprovem a eficácia de vacinas ou coleiras.
O relator pediu mais informações na hora sobre a vacina (por que não teria sido liberada ainda) e sobre o uso de coleiras. Isso indica que ele não estaria tão irredutível assim ao tratamento, se comprovarmos que há muita chance. O que temos de verdadeiro é que são 50 anos com essa política de eutanásia, e os números só pioram no país com relação à doença. Sinal que não funciona!!!! Precisamos mudar, testar outras formas, protestar em nome dos peludos que tanto amamos!  É a nossa vez de pressionar. Sua mensagem pode fazer, sim, a diferença. O que você acha de lotarmos a caixa postal do relator (abaixo), deputado Mandetta, com informações precisas, científicas, corretas, que possam ajudá-lo na decisão??? Se ele rejeitar o projeto, teremos pouquíssima chance de mudar isso nos próximos anos. E vc pode aproveitar a mensagem acima e incluí-la também para o deputado no link abaixo... duas mensagens em uma só.  ;-)
Ou liguem para 0800-619619  e digam que querem a aprovação do projeto de lei PL 1738/11, da leishmaniose. Os projetos mais votados por esse número têm um relatório específico sobre a participação popular e são encaminhados para os relatores, e também são pautados como matéria nos veículos da Câmara (agência de notícias, rádio, tv...).
Vocês sabem o quanto somos fortes quando decidimos lutar juntos!!! Com nossa força de vontade e inclusão nas redes sociais, podemos fazer esta mensagem circular e conseguir muito!!!
A hora é agora... façamos a nossa parte!!!
Mande suas duas mensagens, compartilhe este com seus amigos da causa. E depois poderemos comemorar juntos esta vitória histórica...
Simone Ravazzolli simone.ravazzolli@gmail.com

Campanha nacional permanente - “Fecha canil do CCZ - Tortura nunca mais” Eu aderi. (cole o slogan/link no email, blog, seja criativo)



Um comentário:

Luísa disse...

Contem comigo! Eu trabalho no Laboratório de Leishamaniose da Unicamp... e acho um absurdo a eutanásia ser a opção para o combate da doença nos animais!