quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

Manual - Protetor de Animais do Quarteirão

  


Manual do
“Protetor 10 de Animais do Quarteirão”



Introdução - Ideias simples para você ser eficiente ativista e protetora de animais, visando solucionar ética e definitivamente o sofrimento dos animais abandonados. Usando este manual você dará conta do desafio em seu quarteirão. Você é responsável apenas por 10 casas.... Depende só de você... Acredite.
  
Fase 1 - Castração de Cachorras  

Seu objetivo inicial exclusivo é viabilizar castrações de cachorras do quarteirão, única maneira de controlar a superpopulação, raiz do abandono de animais. Por mais que seu coração fique dolorido, não inicie outra atividade de proteção, sem antes viabilizar todas as castrações que seu planejamento indicar.

Minhas Tarefas

Completar uma, só depois iniciar outra, sempre na sequencia.

Tarefa 1 - Visite 10 casas (Este será seu território de atuação como protetora) em seu quarteirão ou próximas, e pergunte o total de cachorras sem castrar, que tenham convivência com cães machos sem castrar... Anote o endereço e detalhes das suas 10 casas.

Tarefa 2 - Pesquisar em vários veterinários o preço da castração de cachorras, pechinche (média R$ 120,00). Procure também  mutirões de castração de ONGs a preços baixos e os gratuitos pelas prefeituras.

Tarefa 3 - Imprima duas cópias deste projeto e entregue para amigos que amem os animais, deve persuadi-los a  também serem “Protetor de Animais do Quarteirão”. Continuar esta corrente é fundamental para realizar o sonho pelo fim do sofrimento dos abandonados.  Ofereça-se para ajudá-los no início e cuide que realmente participem e continuem a corrente.


Tarefa 4 -  Imprimir e entregar a carta “Castrar cachorras e gatas - Um ato de Amor” - Anexo 1, em todas as casas que tem cachorras não castradas convivendo com machos não castrados. Conscientizar e facilitar para que os ‘donos’ tomem iniciativa pela castração...Muita paciência e discernimento, não forçar a castração, encontrar os argumentos que facilitem o morador a castrar por conta dele. Ofereça-se para ajudar em tudo, marcar o dia, se necessário levar o animal, etc. Se não conseguir, ofereça-se para pagar a metade do valor da castração. Em outra visita e em último caso, informe que você irá pagar a castração se ele concordar.

Tarefa 5 - Idéias para você conseguir o dinheiro para as castrações: - Todo mês, reserve um pouquinho de seus rendimentos exclusivamente para as castrações, quando juntar o valor de uma castração, viabilize-a, e continue até finalizar todas as castrações das cachorras, nas 10 casas do seu 'território' . Pense também em rifas, bazar e muita criatividade.

Tarefa 6  - Providencie as castrações previstas em seu planejamento, até completar todas... Bravíssimo... Você Conseguiu!!! Você fêz a sua parte...   Importante continuar para sempre visitando anualmente ou antes a todos, talvez apareçam novas fêmeas que deverão ser castradas. Estará fazendo o necessário e eficaz monitoramento. 

Novas fases em breve : 2 Controle da superpopulação de gatos - 3 Acabar com pulgas e carrapatos - 4 Combate efetivo aos maus-tratos - 5 Vermifugar e vacinar contra cinomose, etc. (em construção). Veja atualizado, acesse -   http://amigosdosanimaisdetatui.blogspot.com.br/2015/02/protetorde-animais-do-quarteirao.html 
                                                                                  ANEXO 1   

SOU “PROTETOR DE ANIMAIS DO QUARTEIRÃO”

Castrar cachorras e gatas - Um ato de amor

Cachorras e gatas castradas vivem 23% mais, têm menos propensão para fugir, menos expostas a brigas, atropelamentos, menor risco de desenvolver câncer de mama, útero e ovário,  e ficam protegidas contra piometra e gravidez psicológica.

Em seis anos uma cachorra não castrada pode gerar 67 mil outros animais, uma gata não castrada pode gerar 270 mil filhotes. 

Castrar as fêmeas de animais domésticos é bom para elas e para mudarmos a cruel e triste realidade de milhares  de animais que vivem nas ruas, que já tiveram um lar, mas foram abandonados principalmente pelo excesso de nascimentos.

Fazemos um apelo para que decida e tome iniciativa pela castração das fêmeas.

Ofereço-me para auxiliar em tudo que você julgar necessário:- Marcar o veterinário, levar e trazer o animal, etc. Meu nome e telefone é  _________________________________  Ligue 


Atualizado em Dezembro 20016

Nota -  A solução ética e definitiva do sofrimento dos animais abandonados e criação de efetiva política pública de proteção aos animais virá com a implantação do projeto "Protetor Público de Animais"... Mas não espere que os políticos tomem iniciativa,  faça sua parte cumprindo as tarefas do protetor de quarteirão, e se puder ampliar sua militância, apaixone-se e lute para que o Prefeito de sua cidade implante o projeto Protetor Público de Animais... Boa sorte, gratidão por ser protetora.
























7 comentários:

Marta disse...

Uma sugestão para arrecadar fundos para a castração é fazer rifas. Perfumes, ovos de Páscoa, kits de beleza... Também vale a pena conversar com a cabeleireira do bairro e ver se ela oferece algum serviço para ser rifado; o mesmo vale para outros profissionais e produtos (tratamentos estéticos, um jantar, um bolo de festa)

Anônimo disse...

E a Castração Gratuita anunciada pela prefeitura em banners espalhados pela cidade?

Graziella Coutinho disse...

Apoio ações como essas.
Proteção a esses seres iluminados!!!

Anônimo disse...

Por que a preferência pela castração de fêmeas? Castrar machos tem o mesmíssimo efeito: redução da superpopulação... Não entendi.

José Franson disse...

Se castramos as fêmeas, sem nenhum sentido prático castrar os machos...


Para exemplificar, vamos considerar a média de cinco filhotes de cães e gatos em cada gestação, que ocorre a cada seis meses, e que a fertilização ocorresse na totalidade das fêmeas. Vamos pensar que em um bairro existem 100 fêmeas e 100 machos. 1 - Esterilizando 80 machos (80% previstos) teremos 20 machos que poderiam fertilizar as 100 fêmeas, resultando a cada seis meses em 500 filhotes. 2 - Esterilizando 80 fêmeas, teremos 100 machos que poderiam fertilizar 20 fêmeas, resultando em 100 filhotes. 3 - Esterilizando 80 machos e 80 fêmeas teremos 20 machos que poderiam fertilizar 20 fêmeas, resultando em 100 filhotes.

Conclusão
a - Esterilizar só as fêmeas traz o mesmo resultado que esterilizar machos e fêmeas.

b - Esterilizar só as fêmeas em relação a esterilizar só os machos reduz os nascimentos de 500 para 100.

Esterilizar machos e fêmeas, (monumental equívoco atualmente praticado por Ongs de proteção animal e prefeituras) não se mostra necessário para atingir o objetivo de redução do abandono.

Vale notar que os custos extremamente reduzidos viabilizam o projeto.

Cacau_Carla Guerra disse...

Trabalhando com crianças, tendo contato tb com seus pais, sou amante de animais e vejo diariamente a forma como são abandonados nas ruas pelos seus "donos"; acho que um dos problemas principais vem lá do começo ou, como se diz por aí "vem de berço", aprender a respeitar animais, idosos; ocorre que vejo diariamente que esses valores não são mais transmitidos pela maioria das familías, e é aí que surgem crianças que acham comum chutarem seus cachorros, adolescentes arremessarem gatos e qdo estiverem adultos, mudarem de casa e abandonarem seus bichinhos considerando isso normal pq não tinha lugar pra eles na nova casa.
Converso constantemente com as crianças sobre o assunto, mas gostaria de propor aqui, a criação de mais um Projeto, onde o sr. Franson pudesse fazer palestras, mesmo que espaçadas (pela questão da sua agenda) como no caso do #Proerd, palestras nas escolas a respeito desses assuntos.

José Franson disse...

Olá Cacau...Belíssima ideia trabalhar projeto de conscientização para crianças... Irei formatar em breve um item no projeto dedicado exclusivamente ao assunto, de maneira que cada protetor de quarteirão tenha o instrumental simples e eficiente.

Vale dizer que este tema deve, necessariamente, ser trabalhado após completarmos a fase I, não tomar iniciativa outra antes de finalizar a fase das castrações... Temos que estancar os nascimentos primeiro... Considere enfrentar o desafio de finalizar a fase I.. Boa sorte a todos nós, estamos juntos... Grato por comentar, mãos a obra...