Loading...

segunda-feira, 7 de abril de 2014

Sertanópolis PR - Prefeito irá implantar projeto Protetor Público de Animais

SERTANÓPOLIS PR - Grande Vitória... Poderá ser a primeira cidade do Brasil a completar a implantação do projeto Protetor Público de Animais... Feliz, muito feliz...

Sr. Aleocidio Balzanelo, Prefeito com porte de estadista, exemplo para os prefeitos de todo Brasil...


Procuramos pessoas destemidas, que sonham com o fim do cruel e bárbaro sofrimento dos animas abandonados, para iniciarem em sua cidade o movimento 'Família amigos dos animais', com foco exclusivo em 'convencer' o prefeito a implantar o projeto "Protetor Público de Animais", solução definitiva para o sofrimento dos abandonados, sem aprisionar nem matar...

Vamos nos organizar para ter candidatos a vereadores em todo Brasil,focados exclusivamente na implantação do projeto... 

O movimento 'Famílias amigos dos animais' é uma ferramente para formação de novas lideranças politizadas na proteção animal.

Considere iniciar a 'sua' família amigos dos animais... Avise-nos...
Junte-se a nós... 

É simples, não gasta dinheiro, não faz reuniões,etc.. a vitória é certa...

Por favor veja o manual, siga passo a passo ... Quem sabe faz a hora não espera acontecer...Grato. 

Conte sempre comigo, não hesite.

http://amigosdosanimaisdetatui.blogspot.com.br/2011/11/manual-como-iniciar-uma-familia-amigos.html
...................................................................

Links interessantes, relacionados -

ANIMAIS ABANDONADOS ELEGEM PREFEITO E VEREADOR EM TATUÍ - SP.
http://amigosdosanimaisdetatui.blogspot.com.br/2012/10/animais-abandonados-elegem-prefeito-e.html

BASTA... TAMBÉM NA PROTEÇÃO ANIMAL - O BRASIL PRECISA DE MUDANÇAS URGENTES!!
https://www.facebook.com/photo.php?fbid=509755602429888&set=a.142491772489608.35046.100001863580217&type=1&theater

PROJETO PROTETOR PÚBLICO DE ANIMAIS - RESUMO
http://amigosdosanimaisdetatui.blogspot.com.br/2011/11/resumo-projeto-postos-veterinarios-de.html

PROJETO PROTETOR PÚBLICO DE ANIMAIS - INTEGRAL
http://amigosdosanimaisdetatui.blogspot.com.br/2011/02/solucao-definitiva-para-o-sofrimento.html

O que eu estou fazendo para salvar da prisão e morte os cães e gatos que meu prefeito assassina???
http://amigosdosanimaisdetatui.blogspot.com.br/2013/06/o-que-eu-estou-fazendo-para-salvar-da.html

MANUAL COMO INICIAR UMA 'FAMÍLIA AMIGOS DOS ANIMAIS'
http://amigosdosanimaisdetatui.blogspot.com.br/2011/11/manual-como-iniciar-uma-familia-amigos.html

CCZ - CENTRO DE CONTROLE ZOOCIDA - CANIL MUNICIPAL - CAMPOS DE EXTERMÍNIOS 
http://amigosdosanimaisdetatui.blogspot.com.br/2012/11/campos-de-concentracao-ccz-canil.html

ENCONTREI ANIMAL ABANDONADO
http://amigosdosanimaisdetatui.blogspot.com.br/2012/10/o-que-fazer-quando-encontrar-um-animal.html

O QUE É VEGAN - PORQUE SOU VEGAN
http://amigosdosanimaisdetatui.blogspot.com.br/2011/05/o-que-e-vegan-porque-sou-vegan.html

CARTA DONO ANIMAIS ACORRENTADOS
http://amigosdosanimaisdetatui.blogspot.com.br/2012/07/protetor-se-ver-um-animal-acorrentado.html

O QUE É E COMO DENUNCIAR MAUS-TRATOS A ANIMAIS
http://amigosdosanimaisdetatui.blogspot.com.br/2011/07/o-que-e-e-como-denunciar-maus-tratos.html

DENÚNCIA DE MAUS TRATOS - SUGESTÃO PARA PRIMEIRA TENTATIVA DE SOLUCIONAR
http://amigosdosanimaisdetatui.blogspot.com.br/2013/12/denuncia-de-maus-tratos-sugestao-para.html

MALTRATAR ANIMAIS É CRIME CARTAZ PARA IMPRIMIR
http://amigosdosanimaisdetatui.blogspot.com.br/2012/11/maltratar-animais-e-crimecartaz-para.html

COMO ENCONTRAR ANIMAL PERDIDO
http://amigosdosanimaisdetatui.blogspot.com.br/2011/07/como-e-onde-encontrar-animais-perdidos.html

AOS PROTETORES QUE PERDEM AMIGOS
http://amigosdosanimaisdetatui.blogspot.com.br/2011/05/aos-protetores-que-perdem-amigos-todos.html

ORACÃO AO PREFEITO DE UM CÃO PRISIONEIRO NO CANIL MUNICIPAL - CCZ 
http://amigosdosanimaisdetatui.blogspot.com/2011/09/oracaosuplica-de-um-cao-preso-no-canil.html

MANUAL DO ATIVISTA PROTETOR DE ANIMAIS
http://amigosdosanimaisdetatui.blogspot.com.br/2011/02/manual-do-ativista-protetor-de-animais.html

Pelo fim da tortura /rodeios em Tatuí e em todo Brasil...

Carta aberta ao Sr. Prefeito de Tatuí SP - Pelo fim da Tortura / Rodeios
Compartilhe muito ... Grato.

Ilustre Sr. Manu, 

Estamos reiniciando a luta sem tréguas pelo fim da tortura de animais nos rodeios em nossa cidade... O banimento dos rodeios já foi aprovado em dezenas de cidades, e Tatuí será uma das próximas a se livrar desta tradição medieval desprezível, que teima em torturar animais, prática ignominiosa incompatível com sociedades civilizadas...

Projeto de Lei visando a proibição da utilização de animais em espetáculos, aí incluídos os rodeios será em breve apresentado para apreciação dos Vereadores Tatuianos. Grande mobilização popular está sendo planejada para reunir todos os amantes da paz, da convivência pacífica e da ética pelo fim da tortura...

Neste sentido solicitamos ao nosso nobre Prefeito, que com altruísmo e magnanimidade, se antecipasse e decida não mais patrocinar, nem mesmo autorizar a realização de rodeios em Tatuí.

Certos do acolhimento de nossa reivindicação, agradecemos de coração sua nobre atitude de grande repercussão ética pelo fim da tortura...

Atenciosamente,

José Franson - Protetor de Animais
Vereador - Tatuí - SP


segunda-feira, 10 de março de 2014

Projeto "Protetor Público de Animais" - Ajude o vereador José Franson a ser candidato a deputado... Grato.

O protetor de animais e vereador em Tatuí - José Franson, autor do projeto "Protetor Público de Animais" enviou formulário de solicitação de aprovação partidária a  sua intenção de concorrer a Deputado Estadual por SP.   A ideia é divulgar ao máximo e lutar pela implantação, no estado de SP e em todo Brasil, do projeto, solução  ética e definitiva para o fim do sofrimento dos animais abandonados.

O projeto é inovador, simples e eficaz, baixíssimo custo para as prefeituras, não necessita de leis, é apenas mudança de gestão. Além de solucionar a superpopulação animal, raiz do abandono, o projeto cria eficiente política pública municipal de proteção a todos os animais, com a criação dos 'protetores públicos de animais'.  O vereador José Franson luta para criar condições políticas e de financiamento para incentivar os prefeitos a implantar o projeto em todos os municípios.

Ajude o protetor/vereador a conseguir a vaga de candidato, enviando email aos membros do diretório estadual solicitando que apoiem o nome de José Franson para concorrer a deputado estadual. Este seu gesto, enviando o email, poderá significar se terei ou não oportunidade de ser candidato... Muitíssimo Grato...

Enviar email para  Emídio de Souza - Presidente Estadual do PT

 emidiopsouza@gmail.com,fransonvegan@gmail.com

Sugestão de Texto -

Ilustre Senhor Emídio de Souza - Presidente Estadual do Partido dos Trabalhadores - PT

Somos simpatizantes do projeto "Protetor Público de Animais", solicitamos seu empenho pessoal para que os membros do Diretório Estadual do PT- SP, avalizem o nome do vereador José Franson - PT Tatuí SP, para que seja indicado pelo partido para ser candidato a Deputado Estadual por SP.

Atenciosamente,

(Seu nome)

José Franson é protetor autônomo de animais abandonados e vereador em Tatuí SP. Autor do projeto "Posto de Proteção Animal" - Solução definitiva para o sofrimento dos animais abandonados. Autor do manual "Como iniciar uma família amigos dos animais" - Movimento político apartidário 'famílias amigos dos animais' com objetivo exclusivo em 'convencer' Prefeitos a implantarem o projeto.

È  coordenador nacional do movimento, hoje com 57 grupos ativos. Dedica seu mandato e sua vida para tornar realidade e implantação do seu projeto, que irá salvar milhões de cães e gatos de cruel sofrimento e morte, praticados por todos os prefeitos de todas as cidades do Brasil, através dos malfadados canis municipais dos CCZs- Centros de Controle de Zoonoses, prisões medievais de inocentes, incompatíveis com sociedades civilizadas...

José Franson
È  administrador do grupo Posto de Proteção Animal , com mais de 29.000 membros, simpatizantes e ativistas da proteção animal. Dedica sua vida para ver o fim do sofrimento dos animais abandonados :- "dedico minha vida e o mandato de vereador para ver o projeto Posto de Proteção Animal implantado em todo Brasil..."
https://groups.google.com/forum/?hl=pt-BR&fromgroups#!forum/projeto-protetor-publico-de-animais

È o administrador do Blog Família amigos dos animais, dedicado exclusivamente a proteção animal e a implantação do projeto Protetor Público de Animais em todo Brasil.
http://amigosdosanimaisdetatui.blogspot.com.br/

José Franson é pré candidato a deputado estadual SP em 2014, com plataforma exclusiva de campanha visando a implantação do projeto em todas as cidades do estado de São Paulo. O evento no facebook já conta com mais de três mil participantes.
https://www.facebook.com/events/615028528553267/?source=1


Oração/súplica de um cão preso em qualquer canil municipal do Brasil - CCZ , implorando por misericórdia ao Prefeito.

Senhor Prefeito, estou preso no canil da prefeitura, conhecido como canil do CCZ. Para que compreendas minha súplica, permita-me relatar minha história rapidamente.

Nasci numa casa de pessoas normais,  tinha o aconchego de minha mãe e muitos irmãos para brincar. Ainda bebê fui levado para outra casa. Chorei muito pela falta de minha mãe, e pelo choro apanhei muito. Fui crescendo, já estava acostumado com a nova casa, e como é de costume entre os cães, era fiel e o melhor amigo da família, daria minha vida para protegê-los. Até que um dia fui levado para um bairro distante e me abandonaram a própria sorte. Tentei correr desesperado atrás do carro, mas não alcancei. Fiquei vagando errante pelo bairro, na esperança que meus amigos voltassem me buscar. Não voltaram. A tristeza e a solidão me acompanham desde então.

Abandonado por quem eu mais confiava, passei fome, frio, e maus tratos sem fim. Chutes, descaso, pedradas. Consegui sobreviver porque tive a sorte de encontrar anjos que me davam comida e água. Vivia angustiado, triste, até o dia que fui caçado e com extrema violência laçado e trazido para o canil da prefeitura. Meu corpo dói, estou ferido e sangrando muito. Aqui é muito triste, eu estou numa cela minúscula, mal posso me mexer. Meus amigos estão em celas maiores, amontoados.

Senhor Prefeito, sou inocente. Porque me aprisionou com tanta crueldade ?  Em horas ou poucos dias serei cruelmente assassinado!!!  Porque Senhor Prefeito... Porque mataram dezenas de milhares de cães, gatos e cavalos neste local infame e maldito?

Suplico por misericórdia Senhor Prefeito, clamo por minha vida e pela vida de todos que aqui estão lentamente agonizando esperando a morte!!!  Misericórdia Senhor Prefeito!!! Basta um telefonema seu para que não seja morto mais nenhum animal aqui no canil municipal - CCZ. Ordene Senhor Prefeito que este local nazista seja imediatamente destruído, que aqui não fique pedra sobre pedra. Tende piedade de nós Senhor Prefeito.

Nosso amigo e protetor José Franson formatou o projeto Protetor Público de Animais, implante este projeto Senhor Prefeito, poderá contar a seus netos que participou como protagonista no fim ético e definitivo do cruel e bárbaro sofrimento e morte a nós infligidos por humanos sem coração.

Senhor Prefeito, livrai-nos da morte. Amém.

Links interessantes, relacionados -

ANIMAIS ABANDONADOS ELEGEM PREFEITO E VEREADOR EM TATUÍ - SP.
http://amigosdosanimaisdetatui.blogspot.com.br/2012/10/animais-abandonados-elegem-prefeito-e.html

BASTA... TAMBÉM NA PROTEÇÃO ANIMAL - O BRASIL PRECISA DE MUDANÇAS URGENTES!!
https://www.facebook.com/photo.php?fbid=509755602429888&set=a.142491772489608.35046.100001863580217&type=1&theater

PROJETO PROTETOR PÚBLICO DE ANIMAIS - RESUMO
http://amigosdosanimaisdetatui.blogspot.com.br/2011/11/resumo-projeto-postos-veterinarios-de.html

PROJETO PROTETOR PÚBLICO DE ANIMAIS - INTEGRAL
http://amigosdosanimaisdetatui.blogspot.com.br/2011/02/solucao-definitiva-para-o-sofrimento.html

O que eu estou fazendo para salvar da prisão e morte os cães e gatos que meu prefeito assassina???
http://amigosdosanimaisdetatui.blogspot.com.br/2013/06/o-que-eu-estou-fazendo-para-salvar-da.html

MANUAL COMO INICIAR UMA 'FAMÍLIA AMIGOS DOS ANIMAIS'
http://amigosdosanimaisdetatui.blogspot.com.br/2011/11/manual-como-iniciar-uma-familia-amigos.html

CCZ - CENTRO DE CONTROLE ZOOCIDA - CANIL MUNICIPAL - CAMPOS DE EXTERMÍNIOS
http://amigosdosanimaisdetatui.blogspot.com.br/2012/11/campos-de-concentracao-ccz-canil.html

ENCONTREI ANIMAL ABANDONADO
http://amigosdosanimaisdetatui.blogspot.com.br/2012/10/o-que-fazer-quando-encontrar-um-animal.html

O QUE É VEGAN - PORQUE SOU VEGAN
http://amigosdosanimaisdetatui.blogspot.com.br/2011/05/o-que-e-vegan-porque-sou-vegan.html

CARTA DONO ANIMAIS ACORRENTADOS
http://amigosdosanimaisdetatui.blogspot.com.br/2012/07/protetor-se-ver-um-animal-acorrentado.html

O QUE É E COMO DENUNCIAR MAUS-TRATOS A ANIMAIS
http://amigosdosanimaisdetatui.blogspot.com.br/2011/07/o-que-e-e-como-denunciar-maus-tratos.html

DENÚNCIA DE MAUS TRATOS - SUGESTÃO PARA PRIMEIRA TENTATIVA DE SOLUCIONAR
http://amigosdosanimaisdetatui.blogspot.com.br/2013/12/denuncia-de-maus-tratos-sugestao-para.html

MALTRATAR ANIMAIS É CRIME CARTAZ PARA IMPRIMIR
http://amigosdosanimaisdetatui.blogspot.com.br/2012/11/maltratar-animais-e-crimecartaz-para.html

COMO ENCONTRAR ANIMAL PERDIDO
http://amigosdosanimaisdetatui.blogspot.com.br/2011/07/como-e-onde-encontrar-animais-perdidos.html

AOS PROTETORES QUE PERDEM AMIGOS
http://amigosdosanimaisdetatui.blogspot.com.br/2011/05/aos-protetores-que-perdem-amigos-todos.html

ORACÃO AO PREFEITO DE UM CÃO PRISIONEIRO NO CANIL MUNICIPAL - CCZ
http://amigosdosanimaisdetatui.blogspot.com/2011/09/oracaosuplica-de-um-cao-preso-no-canil.html

MALTRATAR ANIMAIS É CRIME - CARTAZ PARA IMPRIMIR
http://amigosdosanimaisdetatui.blogspot.com.br/2012/11/maltratar-animais-e-crimecartaz-para.html

MANUAL DO ATIVISTA PROTETOR DE ANIMAIS
http://amigosdosanimaisdetatui.blogspot.com.br/2011/02/manual-do-ativista-protetor-de-animais.html





domingo, 12 de janeiro de 2014

Como proteger cães e gatos do calor

O calor é perigoso para cães e gatos

A hipertermia pode causar desmaios, convulsões e até morte. Saiba como protegê-los do calor intenso

Daniela Macedo -
“A hipertermia é o problema mais comum — e o mais grave — para cães e gatos no verão”, diz o veterinário Marcelo Quinzani, diretor clínico do Hospital Veterinário Pet Care, em São Paulo. Como eles não transpiram, a respiração é a única forma de controle da temperatura do corpo. 

No verão, porém, o ar quente e úmido prejudica esse mecanismo. Resultado: o animal ofega na tentativa de intensificar a troca de calor. “O risco é ainda maior para animais obesos, para cachorros com pelagem densa, como bernese e husky siberiano, e para as raças braquicefálicas — aquelas de focinho curto —, como os cães boxer, buldogue e pug e os gatos persas, que já respiram com dificuldade em condições normais”, explica Mário Marcondes, diretor clínico do Hospital Veterinário Sena Madureira, em São Paulo. Veja, a seguir, os cuidados para prevenir a hipertermia no animalzinho.

EM CASA
Nada de deixar o animal no quintal constantemente ensolarado ou fechado no apartamento abafado. Sombra (em ambientes arejados) e água fresca são questão de sobrevivência para cães e gatos. Troque a água do bebedouro várias vezes ao dia e certifique-se de que o pote não fique exposto ao sol em nenhum momento — afinal, quem gosta de água morna? Vale até acrescentar umas pedrinhas de gelo ao bebedouro. Para os gatos, que preferem água corrente, um bebedouro eletrônico pode estimulá-los a ingerir mais líquido ao longo do dia.Dica dos especialistas: borrifar água no dorso e nas patinhas ajuda a resfriar o animal. Se ele ficar ofegante, enrole-o em uma toalha molhada com água fria e deixe-o por um tempinho em frente ao ar condicionado ou ventilador

NO CARRO
Cachorros são loucos por passeios de carro, certo? O problema é que essa excitação também atrapalha o processo de resfriamento do corpo. Portanto, nos dias muito quentes, o ar-condicionado deve permanecer ligado durante todo o trajeto — e, de preferência, evite viagens longas durante o dia. Outra recomendação dos veterinários: nunca, em hipótese alguma, deixe o bicho preso no carro, nem com uma fresta do vidro aberta e sob uma árvore. Mesmo na sombra, a temperatura no interior do veículo sobe rapidamente, e o animal pode desmaiar ou até morrer em meia hora

PASSEIOS
Cães são leais e nunca recusam um convite do dono para passear, mas se vivessem sozinhos na natureza jamais sairiam da toca sob o sol escaldante. Não é necessário suspender as caminhadas diárias, claro, mas o ideal é reduzir o percurso e restringir os horários das saídas: antes de 10 horas e após as 18 horas. Prefira locais gramados — o asfalto quente pode queimar os coxins, aquelas almofadinhas das patas — e leve água em bebedouros portáteis. A dica das borrifadas de água fria no dorso também se aplica aos passeios. E respeite os limites do cão: interrompa o passeio do animal ofegante, que tenta fugir do sol em busca das áreas sombreadas. Por fim, cães agressivos devem usar focinheira de ferro, um modelo que não impede a abertura da boca. E atenção! Passear com cães de focinho achatado nos dias quentes, com focinheira fechada, é meio caminho andado para uma hipertermia severa
ANTIPULGAS
Com a proliferação de parasitas no verão, os especialistas recomendam a aplicação de produtos que protegem o animal de pulgas e carrapatos a cada três semanas. “Evite dar banho dois dias antes e dois dias depois da aplicação do produto”, ensina o veterinário Mário Marcondes

BANHO E TOSA
As salas de banho e tosa das pet shops são ambientes propícios para a hipertermia: o stress prejudica a respiração do animal e, com os secadores ligados o dia inteiro, a temperatura fica sempre elevada. Evite os horários de pico do calor e mantenha o pelo dos animais mais curto que o habitual. Em casa, os banhos semanais devem ser feitos com água morna, pois a água muito fria pode causar choque térmico. Por fim, use apenas a toalha para secar animais de pelo curto, e o ar frio do secador para os de pelo longo

ATENÇÃO!
Se o animal mostrar-se inquieto, permanecer com a respiração ofegante e apresentar língua levemente arroxeada, mesmo após as tentativas caseiras de resfriá-lo, leve-o imediatamente ao veterinário, mantendo-o envolto em uma toalha molhada com água fria e, no carro, posicionado em frente à saída do ar-condicionado. “Em condições normais, a temperatura corporal não ultrapassa 39,5 graus. Se ela chegar a 40 graus, porém, só a respiração poderá ser insuficiente para resfriar o animal. Nesse caso, ele talvez precise de aplicação de soro refrigerado na veia ou até necessite ser sedado e entubado”, explica o veterinário Marcelo Quinzani

Cuidado com o sol!
O câncer de pele não é exclusivo dos seres humanos. A exposição prolongada ao sol é responsável pela incidência de câncer de pele em cães e, principalmente, em gatos — os bichanos são mais propensos em razão do hábito de passar horas tomando banhos de sol. Como os danos dos raios ultravioleta são cumulativos, a maioria dos casos envolve animais idosos.
Sintomas: a doença começa como uma manchinha avermelhada na pele e se torna uma ferida que não cicatriza ou, se cicatriza, volta logo em seguida
Áreas mais afetadas: regiões do corpo com pelagem menos densa. Nos gatos, as lesões malignas tendem a surgir nas pálpebras, no focinho, na parte interna das orelhas e na região entre os olhos e as orelhas. Nos cachorros, a área de risco é o abdômen
Prevenção: é possível proteger as áreas de pouca pelagem com protetor solar FPS 30 tradicional, desde que sem perfume e hipoalergênico. Como os gatos têm o hábito de se lamber constantemente, o ideal seria evitar os longos banhos de sol
Tratamento: consiste na remoção cirúrgica ou na crioterapia, em que a lesão é queimada com nitrogênio líquido. Parece simples e até pode ser, quando ela surge na barriga. Nos gatos, porém, a doença afeta pálpebras, orelhas e focinho, o que pode resultar em deformação da face. Vale frisar que, quanto mais precoce o diagnóstico, maiores são as chances de cura
Raças com maior risco de desenvolver a doença: animais de pelagem curta e branca. Como os tumores malignos costumam aparecer na cabeça, gatos e cães bi e tricolores, como fox paulistinha, bull terrier e whippet, também podem desenvolver a doença

​Dieta sem riscos
É difícil resistir à carinha de carente do cachorro diante de uma guloseima, não? Quando o alimento em questão for chocolate, ignorá-lo é a opção mais segura. O chocolate contém duas substâncias estimulantes que afetam o sistema nervoso central e fazem muito mal aobicho de estimação: teobromina e cafeína. “Dependendo da quantidade ingerida, o chocolate pode causar vômito, diarreia, arritmia ou convulsão em cães e gatos”, diz Tatiane Marry Sipriani, clínica-geral do Koala Hospital Animal, em São Paulo. Quanto maior a concentração de cacau, maior o perigo para o bichinho. Veja outros alimentos que podem ser tóxicos para eles:

Uva: estudos apontam que a ingestão regular da fruta pode ser responsável por casos de insuficiência renal em cães e gatos
Derivados de leite: para alguns animais, sorvete, iogurte e outros produtos com lactose podem provocar vômito e diarreia
Alho e cebola: o consumo regular de comida temperada com alho e cebola pode afetar a produção de glóbulos vermelhos e levar à anemia

Fonte - Revista Veja

Assinar: assinar-gaiamaeterra@grupos.com.br 

José Franson - Participe da luta pela solução do sofrimento dos animais abandonados  -  Temos que lutar...Participe ativamente pelo fim ético e definitivo do sofrimento dos animais abandonados... 

2014 - VOU VOTAR PELOS ANIMAIS - PROJETO "POSTO DE PROTEÇÃO ANIMAL"

Clique Participar - Convide amigos.... Grato.
https://www.facebook.com/events/615028528553267/
 


sexta-feira, 3 de janeiro de 2014

CCZ - Canil municipal - Caratinga MG - Assassina animais sem dó nem piedade.

Canil Municipal de Caratinga é denunciado por maus-tratos

Aspac vai acionar Justiça 

Cães aparentemente doentes precisando de cuidados e vagando em meio à sujeira. Há fezes de animais por toda a parte. Essa foi à cena registrada pelas câmeras de jornalismo do Super Canal nesta manhã de quinta-feira (02/01/2013) no Canil Municipal de Caratinga.

Quadro isolado 1Quadro isolado 2Quadro isolado 3Quadro isolado 4Quadro isolado 5

A situação de abandono do canil chegou ao conhecimento da Aspac – Associação Protetora dos Animais de Caratinga, após uma denúncia.

Ontem (01/01) membros da Aspac acionaram a Polícia Militar e foram ao local para registrar um boletim de ocorrência. Para o cidadão caratinguense Luiz Gustavo, que acompanhou tudo, um cenário lamentável. “Isso aqui não é um canil, é um inferno. Só quem veio aqui, que viu a situação desse canil, sabe o que estou falando”, disse Luiz Gustavo.

Quadro isolado 7

Apesar de ter água e ração no local, o Super Canal teve acesso a um vídeo gravado ontem que mostra um cão ainda filhote se alimentando de um animal morto em cima de uma grama.

1525667_450990915001745_1823181783_n

Fotos também denunciam que ontem havia outros cães mortos dentro de um saco plástico pendurado em uma grade. A cena revoltou Luiz Gustavo, que é um defensor dos animais.

Quadro isolado 15Quadro isolado 16

“Uma cena deplorável. Ontem a gente veio aqui tinha animal morto do lado de fora e agora pela manhã, simplesmente sumiu. Então alguém veio aqui, recolheu os animais mortos. Quer dizer, alguém está sabendo. E por que continua esse inferno aqui? O que a gente quer saber é cadê o responsável? Porque isso aqui é desumano”.

Diante da situação dos animais, A Aspac informou que já buscou apoio de outros órgãos de defesa dos animais e está tomando as providências necessárias junto à Justiça. A Aspac também pede ajuda à população para adotar os cães do canil ou abrigá-los em um lar temporário.

“Eu espero uma atitude. Eu não sei se é uma atitude dos vereadores, que têm que fiscalizar, ou do responsável por isso aqui. Agora eu espero uma solução. Eu queria muito a resposta dos órgãos competentes quanto à solução para esse Canil Municipal”, destacou Luiz Gustavo.


José Franson - Protetor de animais e Vereador em Tatuí SP =
TODOS OS CCZ CONTINUAM SENDO HEDIONDAS PRISÕES MEDIEVAIS -

Hora de refletir... O que eu estou fazendo para salvar da prisão e morte os cães e gatos que meu prefeito assassina??? Todos os prefeitos do Brasil assassinam sem dó nem piedade... Reitero... Todos os canis municipais - CCZs - CVAs - Zoonoses matam.

È verdade que alguns poucos CCZs - CVAs, tem melhorado as condições do canil, melhor alimentação, programas de adoção, voluntariado, etc... Mas continuam sendo bárbaras prisões de inocentes, não têm nenhum objetivo de solucionar o abandono de maneira eficaz, aliás, estas instituições estão antiquadas, existem por lei e por filosofia para prevenir zoonoses, jamais para proteger animais, os manuais internos dos CCZs são muito claros...

A lei que proíbe assassinar animais sadios (SP), e outras leis estaduais não são cumpridas na maioria das cidades...não existe fiscalização... Onde é cumprida, pela intensa vigilância e militância dos protetores, a prefeitura usa as brechas da lei para matar...

Matam dizendo que estava doente, deixam animais sadios com doentes para justificar os assassinatos, matam os de grande porte, matam os que o 'dono' diz que mordeu alguém, matam na calada da noite, matam antes de levar no canil, etc....

Gastam fortunas com estes estabelecimentos hediondos apenas para agradar a classe dos veterinários que não desejam nenhuma mudança... Minha proposta é fechar os canis municipais, estão superados, são antiéticos, etc... Para isto temos projeto formatado, eficaz, viável, barato, matemático, etc... Basta vontade política do Prefeito....

Só existe um caminho para quem deseja ver o fim definitivo do sofrimento dos animais abandonados... Participar como protagonista da luta política pela implantação do projeto, veja o modelo que usei em Tatuí e que funcionou, elegemos o prefeito e um vereador... Pode ser usado em todos os municípios... Não basta lamentar, tem que lutar... MANUAL INICIAR FAMÍLIA
http://amigosdosanimaisdetatui.blogspot.com.br/2011/11/manual-como-iniciar-uma-familia-amigos.html

Calcula-se que vinte milhões de cães e gatos são assassinados no Brasil todos os anos, principalmente pelas prefeituras CCZ - CVA

Mesmo que não assassinassem, estes estabelecimentos medievais são masmorras, prisões hediondas, martirizando inocentes, incompatíveis com sociedades civilizadas... A nossa proposta é implantar uma nova concepção , ética, que soluciona definitivamente o abandono de animais, sem aprisionar nem matar... Por favor, leia e analise com carinho o projeto "Posto de Proteção Animal"... Grato.

PROJETO POSTO DE PROTEÇÃO ANIMAL - RESUMO
http://amigosdosanimaisdetatui.blogspot.com.br/2011/11/resumo-projeto-postos-veterinarios-de.html

domingo, 29 de dezembro de 2013

VERGONHA PARA TODOS OS VETERINÁRIOS - VERGONHA

Sindicato dos veterinários CFMV ameaça cassar registro de veterinários que tratarem cães doentes.

O CFMV esclarece que o médico veterinário que tratar animais com leishmaniose... está sujeito à abertura de processo ético... advertência, censura confidencial, censura pública, suspensão por até 90 dias ou cassação do registro profissional. Os veterinários devem trabalhar de acordo com a Portaria 1.426/2008 que proíbe o tratamento de cães com leishmaniose, sendo indicada a eutanásia em todos os casos.

José Franson - Nota mentirosa... Mentira do sindicato dos veterinários - CFMV

Wagner Leão do Carmo - Advogado voluntário diz :-

Não é proibido o tratamento da leishmaniose - Calazar...

A distância asséptica e pragmática do CFMV quando defende a ilegalidade do tratamento da leishmaniose.

É com imenso pesar, que nós, na qualidade de voluntários da causa animal e eu, em particular, como operador do direito e responsável pelas formulações jurídicas que levaram as decisões paradigmas que entenderam pela ilegalidade da Portaria, viemos a público para esclarecer os equívocos do Conselho Federal de Medicina Veterinária, o qual, como órgão de classe, deveria lutar pela vida animal e não usar de retórica para disfarçar a gravidade da política equivocada de extermínio de cães praticada em solo brasileiro, sob o disfarce de combate a transmissão da leishmaniose.

Fraqueja o discurso, fraqueja a classe, fraquejam as entidades de proteção animal, e, acima de tudo, fraqueja o poder público, ao adotar uma política conservadora, ultrapassada e ineficaz, e, pior, voltada para interesses equidistantes daqueles detidos pela maior parte da laboriosa classe dos médicos veterinários.

Este é um problema ético, que não pode ser trivializado, como fazem os órgãos aqui citados, pois de um lado, há o sofrimento dos animais, e do outro, nosso bem maior: a ciência a serviço da vida do homem, e , também, dos animais, já que somos indissociáveis.

A recuperação da imagem do Judiciário é feita em pequenas etapas, tais como as aqui tomadas, o que nos leva a exaltar e parabenizar os membros da Egrégia Quarta Turma do Tribunal Regional Federal da 3ª Região, os quais, ao reconhecerem a inconstitucionalidade da Portaria, demonstram claramente, que o poder público não está atento a realidade científica que recomenda o tratamento, e que ninguém está acima das leis e das instituições republicanas.

Nossos parabéns ao Ministro Joaquim Barbosa pela força e coragem para o que se avizinha, pois cremos que essa anomalia, de sacrificar milhões de cães, anualmente, tentará ser mantida e ampliada, apesar dos riscos de nos tornamos referência mundial, ao desrespeito do bem-estar animal.

No Brasil, infelizmente, ainda é comum se criar um problema, para só então se oferecer uma solução – normalmente, piorando a posição anterior.

No caso presente, a opção pelo não tratamento e pelo sacrifício puro e símplice de manter uma política que há mais de vinte anos é aplicada e, agora ampliada, e nada resolve, a não ser o de manter alguns pouco nos seus privilégios, em detrimento dos interesses do todo, do legal, do ético, do humano, só se justifica por isso e nada mais.

A má notícia que se tem e pela qual se pautam, é que o processo principal, aforado pelo Abrigo dos Bichos, não, recebeu, ainda, julgamento definitivo e, longe disso, está na sua fase inaugural, estando a festejada decisão suspensa em sua eficácia em razão dos conhecidos embargos de declaração, que não foi sequer julgado.

O frio pragmatismo aditado pelo CFVM está longe, muito longe, da realidade processual, e só ganha foros de verdade para aqueles que desconhecem as letras jurídicas ou agem com desapego a verdade.

Assuntos incômodos, como o fato de que o tratamento, conforme pesquisa científica realizada em solo brasileiro, produz cães auto-imunes (que se cruzados podem gerar cães imunes, porém são exterminados antes que procriem, vide tese a respeito), e que, o cão tratado é cão não transmissor, passa ao largo das tendenciosas exposições do órgão de classe que deveria primar, pelo respeito à vida animal e, acima de tudo, pela defesa das prerrogativas profissionais do médico veterinário, que é o de prescrever o melhor ao seus pacientes com o fim de preservar a espécie.

Assim, de olho na política classista, ao que parece, o CFVM, e a sua cúpula, preparou, cuidadosamente, uma matéria, com ampla divulgação, dizendo que a Portaria 1.426/2008 estaria vigente, o que é um rematado absurdo, por duas ordens de razões:

A uma, porque a sentença da cautelar está com seus efeitos vigentes, já que o recurso interposto (Embargos de Divergência não possui suspensividade), ao revés da tutela antecipatória conferida na Principal que sofre efeitos dos embargos de declaração com efeitos infringentes. Assim, a primeira decisão bem elucidou que “a Portaria n.º 1.426 é ilegal, porquanto extrapola os limites, tanto da legislação que regulamenta a garantia do livre exercício da profissão de médico veterinário, como das leis protetivas do meio ambiente, em especial da fauna” (APELAÇÃO CÍVEL Nº 0012031-94.2008.4.03.6000/MS)

A duas, porque em tentativa de suspender esta decisão, através de processo no Supremo Tribunal Federal (que reforça a afirmação de que os Embargos de Divergência não possuem suspensividade), o Ministro Joaquim Barbosa, afastou as três ilações adotadas pela União, para obter o agravo (suspenso em seus efeitos, por embargos de declaração com efeitos infringente) ao pontificar que:

a) não há ameaça à saúde pública;

b) ser a Portaria inconstitucional, tanto que manteve a decisão da cautelar, e, ainda,

c) em ser a eutanásia dos cães um tratamento cruel e, portanto, proibido pelo sistema jurídico nacional,

d) que uma nova política de enfrentamento da doença deve ser criada.

O Parecer do AGU, parte de formulações teóricas, utilizadas com o intuito único de respaldar a legalidade da Portaria, porém, o confronto com o código de processo civil o qual confere a suspensão dos efeitos jurídicos da decisão diante da sua interposição, nos permite dizer que a Portaria, até o presente momento, é inválida.

E, mais ainda, a Constituição Federal, a Declaração de Bruxelas e as leis de proteção à fauna, conduzem-se no sentido da proteção tanto da vida e como contra os maus tratos.

A vedação de se ministrar medicamentos usados para humanos, ou até mesmo dos não registrados para aliviar ou evitar a doença em causa (leishmaniose) nos cães, desde que prescritos por quem de direito, representam séria violação e desrespeito aos estatutos mencionados no parágrafo antecedente, conforme assinalado em Juízo Colegiado, e não, por decisão monocrática como feito na ação principal, que foi assentada, em estudo realizado no continente europeu e, portanto, fora do contexto de pesquisa nacional, é , no mínimo temerário.

A linguagem sectária e inflamada da CFMV, quando trata desse assunto, nas quais as cortezias e a civilidade são esquecidas, na sua maior parte se transvestiu da santimonia das certezas absolutas e inegociáveis. O caso, porém, é que essa certeza é rara, tanto que, um dos fundamentos da ação é o exercío ao direito a pesquisa científica que a Portaria terminamente proibe.

Por outro lado, a maneira com que o CFMV descreve a situação, atrai a má-fé, vez que eles pretendem dizer que o extermínio dos cães é o fator preponderante do combate a doença, quando, ao revés, são eles que poupam o homem do contágio, pois são passivos e os mosquitos encontram um corpo fácil para depsitar as lavras da lechimania, o que, por oposição, sugere que aqueles que defendem, que querem preservar a vida animal, estão atentando contra a saúde pública. Ledo engano. Estamos lutando por uma causa justa: que é a preservação de uma espécie, a qual, em estado último, por receber a picada, por estar ao lado do homem, impede que ele o receba.

Diante do cenário de incerteza, seria recomendável a prudência, em opiniões que incidam no sempre delicado terreno ético e moral da profissão do médico veterinário, que é, no nosso entender, o de preservar a vida animal a qualquer custo, vez que foi a isso que se propuseram quando escolheram essa carreira, e o de investir na pesquisa para reparar os males que lhes afligem, e não é isso que se vê, nas resoluções do CFMV.

Neste campo, sua administração tende organizar-se em times e/ou torcidas, que se fecham, dogmaticamente, em torno de suas concepções de mundo, que os tornam impermeáveis aos argumentos contrários, tais como as recentes pesquisas realizadas por renomados médicos veterinários apontando outros caminhos, como bem salientado pelo Ministro Joaquim Barbosa.

Joshua Greene, pesquisador de Harvard, em seu recente livro bem resumiu esse espírito, quando o titulou Tribos Morais.

Ainda, sobre a bandeira do bem comum, prega o CFMV, solução monstruosa, que sacrifica, anualmente, mais de um milhão de cães nos CCZs do Brasil a fora, nas Clinicas Veterinárias, nos Hospitais e em outros campos de extermínos.

Ganharíamos muito mais, se parássemos de discutir sobre o direito e sobre a interpretação do Código de Ética Médica do Veterinário, e se antes de nos perguntarmos que direitos estão em jogo, nos questionássemos sobre qual seria deveria ser a solução que viesse a produzir melhores resultados, diz o conceituado Greene.

Pode ser de fato saudável, reconhecer que nossos princípios classistas, confrontados com a realidade dura das ruas, onde cães são abandonados normalmente doentes e em estado terminal, são insuficientes, e às vezes contraditórios, mas isso não justifica abandoná-los. Talvez por isso, nem sejam desejáveis.

Igualmente inevitável, é o choque entre princípios inconciliáveis, e difíceis de equacionar.

As demandas da vida humana e a preservação desta, estão umbilicalmente ligadas à preservação das demais espécies, e exercem inegável pressão sobre o meio ambiente.

Portanto, a acomodação entre os dois, será sempre conflituosa, quando se faz um discurso de exterminio puro e simples, e que mancha a biografia dos atuais diregentes do CFMV, os quais sujam suas mãos com o sangue de milhões de cães sacrificados inutilmente.

De sorte, que necessário é chegarmos ao âmago da questão: não há risco à população com o tratamento desses animais, o que representa risco, é somente a falta de combate adequado e de uma política séria e responsável de combate à leishmaniose.

Como se sabe, os fatos são teimosos, posto que, mais de doze mil cães são sacrificados, anualmente, em Campo Grande (dado atestado pelo CCZ), e o que se vê é o aumento do contágio que apesar das mortes, não está sendo reduzido, demostrando com isso, a carga de simplismo falacioso que se usa, para deixar a população confusa, posto que mesmo que se reduza a população canina de maneira significativa, vez que calcula-se, entre clinicas e hospitais, o sacrifício de trinta mil animais ao ano, mesmo assim a doença continua em crescimento de mais de 100%.

Logo, não passa de mera falácia a retórica utilizada, para disfarçar a questão central do problema, pois a matança não fecha a equação.

Esta ação, portanto, não passa de mero jogo de cena, sem efeitos concretos, e proposta em detrimento da real causa da doença, que nada mais é do que a falta de saneamento básico e investimento em políticas sociais para o combate do mosquito transmissor.

Percebemos que a mantança em nada traduz, a não ser na possibilidade de extinção de uma espécie, e o impedimento a investigação científica, que poderia desenvolver novas drogas, se possibilitassem a investição da doença com o remédio humano.

Será razoável desconfiar dos puros, dos que são possuídos por qualquer chama sagrada – sobretudo, quando estes acreditam que a causa justifica quaisquer meio, até mesmo aqueles que infringem a lei e o seu código de ética, o qual se assenta em duas balizas: aprimoramento constante e o uso do melhor progresso científico (art.6, inciso I, do Código de Ética).

Os dirigentes do CFMV, certamente imaginaram estarem acima ou até mesmo além da moral da profissão, e que o inciso IV, do Código de Ética é letra morta, pois este visa garantir, quando em cargo de direção, as condições para o desempenho profissional do médico veterinário.

A nota emocional e econômica é dificil de contornar, quando nos deparamos com o número de cães sacrificados anualmente que já está próximo de um milhão e quando, nos deparamos com o fato de que em mais de 40% deles, o diagnótico nem sequer havia sido fechado. Essa forma inescrupulosa e precipitada de agir, coloca em jogo, vários problemas éticos que não podem ser trivializados.

Como se pode ver, de um lado, está o dever de tratar, de forma que seja miminizado e controlado por parâmetros dentro da ótica científica, onde não haja sofrimento dos bichos.

De outro lado, está o bem maior: a preservação da profissão, que reclama tratamento a todos os cães, indistintamente, e ao desenvolvimento científico permante.

Já não se admite mais a matança que se faz, quando ela nada resolve, a não ser diminuir o universo de clientelas das clinicas e hospitais veterinários.

O avanço da ciência – e da educação cientifica – não pode ser tolhido por uma simples Portaria Interministerial, uma vez que sua dimensão ética passa pela tentativa de preservação da vida animal, combinada com a busca do conhecimento cientifico.

Ademais, é cediço que esses dois grandes preceitos do Código de Ética, se violados pela orientação errônea do Conselho, se traduzem em infração profissional, punível da perda do cargo de direção exercida.

Numa combinação perversa, a ploriferação da doença avança a passos lagos, e o exterminio de cães em maior proporção que esta, e como se pode constatar, não se reduz a infecção em humanos. Portanto, é certo que algo não está certo nesta cuidadora campanha de extermínios de cães, muitos, apenas por mera suspeita de contaminação, numa demonstração de puro pragmatismo que somente vem a caracterizar os interesses subalternos, o mais conveniente para os donos do poder.

É de bom alvitre lembrar que nem todo cachorro contaminado é infectivo. Isso mesmo. Dependendo da proporção de protozoários, ele é incapaz de transmitir a doença ao ser humano.

Ademais, ele não está sendo reservatório porque tem a ação do medicamento, por isso é indicado que o cão deve ser medicado por toda vida.

A orientação passada aos médicos veterinários, enaltecendo a responsabilização ética, é um ponto fora da curva, posto que, ao deixar de tratar os animais, eles estarão infringindo o maior de seus deveres éticos que é o da preservação da vida animal, e com isso, afrontam a Declaração de Bruxelas, as leis de proteção à fauna, ao Código de Ética, e ao Código Penal.

Como sociedade, precisamos de maiores esclarecimentos não só quanto as formas de prevenção da leishmaniose, que devem ser tomadas tanto no ambiente quanto no animal e no homem, mas também devemos desenvolver no povo brasileiro a consciência de que o único meio de transmissão da leishmaniose (calazar) é através da picada do mosquito, e que sem o mosquito, mesmo estando todos os cães com calazar, não há como a doença ser transmitida.

Resta a nós, como cidadãos, pleitear junto ao Governo Brasileiro o combate eficaz de extermínio dos mosquitos, vez que mortos os cachorros, o risco se torna maior, pois o mosquito que transmite a doença, na falta desses animais, irá picar as pessoas.

Foi bastante feliz o autor da matéria quando ressaltou a dinâmica e a alterilidade dos cuidados com o meio ambiente, posto que estes proporcionaram a diminuição da reprodução do mosquito-palha (flebotomíneo), que é o único e real da disseminação da doença, pois tanto o homem, como uma gana enorme de animais, todos são meros receptores, afastando assim do discurso do articulista, o falso problema e a falsa solução apregoada.

O articulista tambem levanta outra forma de preservação, com relação aos cuidados com o meio ambiente que visam diminuir a reprodução do mosquito-palha (flebotomíneo). Ele nos adverte que:

1º- O transmissor da leishmaniose (o mosquito-palha), se reproduz em material orgânico, portanto, recomenda-se que a população limpe os quintais, diariamente, e não acumule entulhos, madeiras, folhas e dejetos.

2º- Recomenda que também é importante que governo e população devem ser parceiros para manter as cidades limpas e acondicionar lixos em locais apropriados;

3º- Que em relação aos cães, o primeiro passo para a prevenção deve ser a vacina, não esquecendo que a coleira antiparasitária também é necessária e deve ser trocada de acordo com a periodicidade indicada pelo fabricante.

4º- Que em locais com muitos mosquitos, orienta-se que os animais sejam colocados para dentro de casa no final da tarde, permanecendo por algumas horas da noite, período de maior atividade dos mosquitos palha.

5º- Que os animais também devem ser consultados por médicos veterinários, periodicamente, submetendo-os a exames, já que os sintomas da leishmaniose podem ser diferentes ou por vezes nem se apresentaem nos animais.

6º- Que o ser humano deve, principalmente, evitar que os cães sejam contaminados para não haver a transmissão da doença. Em locais com muitos mosquitos, recomenda-se repelentes cutâneos.

Ao final, devemos nos lembrar que o Brasil é o único país que usa este método arcaico de combate ao calazar, e sabemos que esse método utilizado é considerado ineficaz pela Organização Mundial de Saúde (OMS), que entende que os animais não devem ser exterminados, mas sim tratados e, para surpresa nossa, com os mesmos medicamentos utilizados em humanos.

Portanto, a massiva exterminação de cachorros infectados por leishmaniose é medida drástica, usada somente em nosso país, e esclarecemos que o tratamento no Brasil não está proibido como quer fazer crer o CFMV, pois o que estava proibido, segundo a Portaria Interministerial, era o tratamento da leishmaniose visceral canina com produtos de uso humano ou não registrados no Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento.

Porém, Portaria não tem força de lei e não existe nenhuma Lei Federal proibindo esse tratamento, e além do mais existe uma ação, por nós intentada, que visa tornar definitiva a suspensão dos efeitos da liminar que reconheceu a ilegalidade dessa Portaria.

Posto isto, nesse ponto e em contrapontos, externamos a nossa opinião sobre a Nota de Esclarecimento do CFMV.

Wagner Leão do Carmo

Advogado voluntário

Maria Lúcia Metello - ONG Abrigo dos bichos - Campo Grande MS - diz : -

Em curtas palavras, o advogado quer dizer que a derrubada da Portaria, que foi considerada ilegal pelo STF e que liberou o tratamento, continua valendo para nós. E isso se deve ao fato do nosso recurso ter suspendido a decisão do TRF3 que havia voltado a reconhecer a legalidade da mesma.

Para custear custas e despesas, consegui alguns patrocínios que foram depositados na conta bancária do Abrigo dos Bichos. Mas, vamos precisar da colaboração de mais protetores, ongs e empresas.

Contato - mlmetello@gmail.com

Prefeito de Rondonópolis assassina 6 cães todos os dias

Seis cães são assassinados por dia no canil municipal -  CCZ
Desde o mês de novembro o Centro de Controle de Zoonoses de Rondonópolis (CCZ) tem aceitado animais somente mediante exame que comprove alguma zoonose – doença de animais transmissíveis ao homem e vice e versa. A medida, que se tornou lei federal este ano, deve diminuir o número de animais eutanasiados (mortos), de acordo com o coordenador do órgão, Marcelo de Oliveira.

Este ano foram eutanasiados (assassinados) ao todo 2217 cães pelo centro de controle. Destes, 893 estavam infectados com leishmaniose e 1324 por outras enfermidades. Este número poderia ter sido maior, segundo observou o coordenador do CCZ, visto que, depois da ‘filtragem de cães’ dada a partir de novembro, o volume de cães deixados lá diminui em até 60%.

Marcelo Oliveira defendeu que a eutanásia só é realizada em cães que tiverem algum tipo de doença que não se tem esperança de recuperação. “Os cães “sacrificados” (assassinados) este ano não tinham somente doença de zoonose, a maioria possuía outras doenças, porque até então eram aceitos animais com todos os tipos de enfermidade. Nesse caso, os cães que não tinham mais jeito de cura ou a família não quis ficar para tratar foram todos eutanasiados”, explicou.

As principais doenças de zoonose que incidem no município são raiva, leishmaniose e dengue. A leishmaniose tem maior índice de manifestação na região do Jardim Gramado, próximo ao CAIC. O coordenador alerta que a melhor forma de evitar as doenças é mantendo o quintal limpo e fazendo regularmente dedetização, para impedir a proliferação do mosquito transmissor.

O coordenador reclamou que há uma grande dificuldade das pessoas entenderem a real função do CCZ. “Muitas pessoas não querem mais seus animais e trazem eles para cá, como se aqui fosse alguma espécie de descarte, quando o que fazemos é tratar doença de zoonose”, disse.

TODOS OS CCZ CONTINUAM SENDO HEDIONDAS PRISÕES MEDIEVAIS -

Hora de refletir... O que eu estou fazendo para salvar da prisão e morte os cães e gatos que meu prefeito assassina??? Todos os prefeitos do Brasil assassinam sem dó nem piedade... Reitero... Todos os canis municipais - CCZs - CVAs - Zoonoses matam.


È verdade que alguns poucos CCZs - CVAs, tem melhorado as condições do canil, melhor alimentação, programas de adoção, voluntariado, etc... Mas continuam sendo bárbaras prisões de inocentes, não têm nenhum objetivo de solucionar o abandono de maneira eficaz, aliás, estas instituições estão antiquadas, existem por lei e por filosofia para prevenir zoonoses, jamais para proteger animais, os manuais internos dos CCZs são muito claros...

A lei que proíbe assassinar animais sadios e outras leis estaduais, não são cumpridas na maioria das cidades...não existe fiscalização... Onde é cumprida, pela intensa vigilância e militância dos protetores, a prefeitura usa as brechas da lei para matar...

Matam dizendo que estava doente, deixam animais sadios com doentes para justificar os assassinatos, matam os de grande porte, matam os que o 'dono' diz que mordeu alguém, matam na calada da noite, matam antes de levar no canil, etc....

Gastam fortunas com estes estabelecimentos hediondos apenas para agradar a classe dos veterinários que não desejam nenhuma mudança... Minha proposta é fechar os canis municipais, estão superados, são antiéticos, etc... Para isto temos projeto formatado, eficaz, viável, barato, matemático, etc... Basta vontade política do Prefeito....

Só existe um caminho para quem deseja ver o fim definitivo do sofrimento dos animais abandonados... Participar como protagonista da luta política pela implantação do projeto, veja o modelo que usei em Tatuí e que funcionou, elegemos o prefeito e um vereador... Pode ser usado em todos os municípios... Não basta lamentar, tem que lutar...

MANUAL INICIAR FAMÍLIA

Calcula-se que vinte milhões de cães e gatos são assassinados no Brasil todos os anos, principalmente pelas prefeituras CCZ -  CVA

Mesmo que não assassinassem, estes estabelecimentos medievais são masmorras, prisões hediondas, martirizando inocentes, incompatíveis com sociedades civilizadas... A nossa proposta é implantar uma nova concepção , ética, que soluciona definitivamente o abandono de animais, sem aprisionar nem matar... Por favor, leia e analise com carinho o projeto "Posto de Proteção Animal"... Grato.

PROJETO POSTO DE PROTEÇÃO ANIMAL - RESUMO

Veja também -
CCZ - Canis Municipais - Todos, em todo Brasil, continuam assassinando nossos amigos