quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Penso em construir um abrigo para animais...O que fazer?

O eterno dilema dos protetores de animais é que não conseguimos nos omitir diante do sofrimento dos abandonados, iniciamos resgatando um , depois outro, a casa cheia e o abandono nas ruas continua.

Vamos construir um abrigo, vamos nos reunir, procurar pessoas de bom coração...O que devemos fazer? Como fazer?...fundar uma ong?...

Tenho recebido inúmeros emails de protetores neste sentido, e esta também foi nossa ideia inicial. Depois de muita vivência com abrigos, visitas a CCZs, visitas a abrigos, conversas, e meses dia e noite pensando, cheguei a conclusão que deveria me dedicar a encontrar a solução definitiva. Nasce então o projeto postos veterinários de proteção aos animais, que tem a pretensão de ser a solução definitiva para o sofrimento dos abandonados

Continuaremos sim , como protetores individuais a resgatar, tratar e procurar adoção, sempre difícil especialmente com cães adultos. Nossos lares continuarão por muito tempo a ser "santuários/abrigos", mas não podemos ter muitos animais, apenas o razoável para que possamos dar condições de dignidade. Também precisamos viver com dignidade. Conheço muitos protetores que "piraram" em função de estarem "full time" envolvidos com emoções fortes com os animais que tanto amam e não conseguem dar a eles vida digna, e é só sair de casa para encontrar outros abandonados sofrendo, e sem condições financeiras nem espaço em casa para recebe-los.

Se apenas construirmos novos abrigos, estarão lotados em poucos meses e o sofrimento dos abandonados continuará fazendo com que nossos netos protetores continuem chorando ao ver novos abandonados sofrendo nas ruas. Estaremos dando aspirina para doente com pneumonia. Temos que ir a raiz do abandono se quisermos solução definitiva. É unânime entre todos que conhecem a vivência dos abandonados que a única solução eficaz e viável é a diminuição drástica do nascimento de cães e gatos. Como fazer isto? através de esterilização gratuita, através da prefeitura, planejada geograficamente e com controle pré e pós minucioso, como previsto no projeto postos veterinários de proteção aos animais As esterilizações atualmente feitas pelos CCZs e Ongs, mesmo aos milhares, não se mostram eficazes na solução definitiva.

O poder público se mostra totalmente incapaz de sózinho enfrentar o problema. Os protetores independentes ou através de ongs também não conseguem avançar. O projeto quer unir poder público e protetores/ongs através da participação efetiva e permanente junto aos postos, para elaboração e implantação de projetos de proteção aos animais na área específica de cada posto.

Conhecer os detalhes, tornar-se um 'especialista" no projeto postos veterinários é o caminho para convencer outros protetores e pessoas interessadas em solucionar o abandono sem aprisionar nem matar animais. É o caminho para "convencer" os prefeitos a executar o projeto.

Os protetores e ongs não tinham instrumento ao procurar os prefeitos visando solucionar o abandono, os pedidos eram para que se construíssem novos CCZ, verdadeiras prisões medievais, ou para que se fizessem melhorias e reformas nos CCZs existentes,ou pedindo ajuda para custear a ração nos abrigos, sempre tivemos só migalhas, mal dá para saciar a fome dos já resgatados, sem perspectivas de solução real para todos. Agora temos um projeto viável, eficaz, de baixíssimo custo e que contempla não só a solução definitiva do sofrimento dos abandonados, como institui política pública de proteção aos animais em geral, e irá trazer nova dimensão revolucionária a proteção animal, ao propor a parceria cooperativa da comunidade através dos protetores e ongs, e os veterinários/protetores dos postos.

A libertação do cruel sofrimento dos animais abandonados está ao nosso alcance. O resgate ético da dívida que os humanos têm com os animais , pelo desprezo e crueldade praticados contra os seus melhores amigos, poderá ser pago nesta geração. O instrumento da luta está formatado.

Os animais humanos, enquanto coletivo não devem ser estimulados ou ter facilidades para manter em sua companhia outros animais. Não evoluiu o suficiente para entender que ele não é o senhor dos viventes. Vamos fazer de tudo para diminuir a natalidade de cães e gatos, para que não estejam facilmente disponíveis.

Leia o projeto completo - "Projeto postos veterinários de proteção aos animais"

Como você pode convencer o Prefeito a executar o projeto em sua cidade. - Manual como iniciar uma ‘família amigos dos animais’

Veja também
Projeto Resumo "Postos veterinários de proteção aos animais"
Como convencer prefeitos a executar o projeto
Tatuí organiza grupo pela execução do projeto postos veterinários
Tatuí faz evento pela execução do projeto postos veterinários
Canis CCZ e santuários/abrigos particulares lotados...Tem solução?
Histórico da luta pela execução do projeto em Tatuí
"Primavera Animal" - Participe da libertação do sofrimento dos animais abandonados

Exemplos de abrigo modelo -
Santuário das fadas
Abrigo Picollina
O sonho de todo protetor
####
Resposta recebida por email de Valéria Tavares Cardoso -
Não construa.... invista em castração e doação responsável...... um lar temporário, com regras claras e seguidas, para recuperar um animal é bacana, mas é muito triste os abrigos.... cães e gatos precisam de amor, carinho e não só comida e um lugar seguro, não fizeram mal algum para ficarem presos e com pouco ou nenhum carinho... Conheço um "abrigo" nos EUA onde a filosofia é transformar animais domésticos em animais selvagens novamente, pois não acham mais lares para todos os animais, os animais vivem em grupos(matilhas) em um terreno muito grande e cercado(por grupo) e o tratador passa para dar comida/água e tem pouca interação, só são manipulados quando estão doentes..... não acho que é a solução e nem acredito em soluções únicas para todos, tb acho que não chegamos a esse ponto..... acredito que uma eficaz campanha(em massa) de castração, que a lei seja cumprida será a solução... é a lei da oferta e procura, se há poucos animais para adoção, quem tem cuida.... já tive muitos animais, mas hoje tenho um número controlado, não pego mais nenhum para mim.... (tirando os 5 ultimos que fiquei por falta de bons adotantes) todos os outros tem mais de 10 anos e infelizmente estão partindo( só nesse ano já foram 5 com +/- 15 anos pra mais), mas tiveram uma vida digna e feliz, passamos uns bucados juntos, mas compalheiros são assim....
Valéria
Proteção Animal 
Campanha nacional permanente - “Fecha canil do CCZ - Tortura nunca mais” Eu aderi. (cole o slogan/link no email, blog, seja criativo)

15 comentários:

Anônimo disse...

Tenho um abrigo.
Conselho amigo: NÃO CONSTRUA UM ABRIGO.
Maria Luisa Blanco

depaula disse...

Abrigos ou santuários, ou até mesmo um pequeno lugar para emergéncias, são importantes. Mais do que isso, são necessários. Acima há links para conhecermos o Picolina, o das fadas...Sinal que é possível ter alguma coisa que pode ajudar muito aos animais. Lares temporários é que não aprecio. Sempre que tentei tive problemas. Trabalho com animais desde 87, sem nem mesmo uma nesga de terra para colocá-los. Minha ong fracassou. Eu fracassei. Mas, ainda tenho esperança. O grande problema está em não saber achar o meio termos. Há abrigos abarrotados porque muitos protetores não entendem que é preciso outras ações: castração, leis municipais autuando quem abandona, limite de quanto podem receber, regras sobre quais animais podem ser recebidos, etc. Erro gravíssimo é aceitar chantagem doe donos que se cansam de seus animais e acham que é obrigação dos protetores ficar com eles. Podemos até receber seus animais desde que esse dono seja levado à justiça pela falta de responsabilidade. É preciso cuidado para não incentivar esse tipo de abandono.

Anônimo disse...

Eu tenho esse sonho, me dedicar aos animais abandonados e se Deus quiser e me der saúde, vou realizar este sonho. Eu amo os animais, em especial, os cães e já cuido de 10, apesar de todas as dificuldades. Gostaria de cuidar de todos os abandonados e judiados na rua. Quase morro de pena e indiguinação com alguns cães que vejo pelas ruas, faço o que posso mas sei que não é suficiente. Eles são carentes demais!!!!!

Cris disse...

eu ja tentei levar caes pros abrigos e nao consegui por estarem lotados... eu cuido de duas que adotei... e gasto mt com elas... se fosse pra montar um abrigo ou ong... teria que ser em grupo... alguem se interessa?? cris9.cdo@hotmail.com
como funciona??

José Franson disse...

Olá Cris e todos de bom coração - Por favor, veja este link - http://amigosdosanimaisdetatui.blogspot.com/2011/10/primavera-animal-participe-da.html
Grato.

Iraci Manfrin disse...

oi amigos dos animais ...eu tbm penso iguais a vocês recolho alguns animais das ruas que estão doentes moribundos curo trato dou vacina r.verme deixo bonito e doo...só que é dificil, as pessoas pegam e logo enjoam dos animais uma tristeza...e eu não tenho como esteriliza-los é caro e eu tenho pouco recursos e na minha cidade é o que mais se vê...animais abandonados ...sorte para todos nos que amam os 4 patas

Barbara disse...

Boa tarde.

Sou protetora autônoma cuido em minha casa de 37 animais entre cães e gatos, todos castrados, vermifugados, com acompanhamento veterinário e vacinados, já consegui adoção para mais de 50 animais, todos abandonados e resgatados. Toda esta despesa bancada por mim, mais infelizmente existem pessoas que além de não ajudarem fazem denuncias contras protetoras, hoje não consigo imaginar como seria escolher apenas 10 entre estes meus filhos de 4 patas, até pq a maioria são animais especiais, sofridos e fora da idade e aparência de procura para adoção. Para tentar resolver este problema, gostaria de saber quais as regras para transformar legalmente minha casa para canil, gatil ou abrigo,qualquer coisa que possa manter os animais que já tenho e assim poder continuar esta minha luta.

José Franson disse...

Olá Bárbara, se no seu município tem legislação que restringe o número de animais a dez na residência, apenas mudança na legislação , muito difícil poderia solucionar... Em último casa, para vc. manter o canil terá que transferi-lo para outro local, fora do perímetro urbano... Se a Zoonoses fizer pressão, na maioria das vezes, uma boa conserva com o prefeito e tudo fica como está... Converse também com um vereador que seja aliado do prefeito.... Boa sorte.

marli lima disse...

Muito esclarecedor o comentario de Paula.
Mas existem leis que obrigam o Estado a agir juntamente com Sociedades Protetoras. Se houver uniao entre protetores, ongs, ativistas o caso tem que ser resolvido nos tribunais. Protetores independentes que tem abrigos, ja esta provado que com o tempo os abrigos vao falindo por falta de apoio financeiro. Muitas Ongs conseguem se estruturar mas ainda assim dependem da generosidade alheia. Empresarios deveriam se envolver no problema do animal abandonado. Havendo entao uma uniao entre Ongs, protetores independentes, eaEmpresas poderia de uma vez por todas resolver o problema de tantos animais morrendo a mingua pelas ruas do Brasil. Nos Estados Unidos essa uniao deu certo mas ainda assim ha determinado momentos que eles eutanaziam animais para evitar a superpopulacao. Esta nascendo agora uma raca de caes SRD em cidades em decadencia. Esses animais, cachorros, estao voltando a ser selvagens. Eles dizem que sao agressivos mas eu vi o documentario e nao vi nenhuma agressao. O que vi foi animais famintos em busca de alimentos nessas cidades abandonadas e nos Estados Unidos ha centenas de cidades fantasmas. Se nao houver uniao pouco vai ser feito para os pobres animais. Essa eh uma proposta que eu penso tem tudo para dar certo, Vencer nos tribunaism obrigar o governo a cumprir as leis. Leis existem mas nao sao cumpridas e quem paga por isso sao os animais e pessoas de Bem que nao tem vida propria e ate problemas com a familia por tentar salvar seres indefesos.

Anônimo disse...

Meu maior sonho é um mundo igualitário, onde todos os animais e humanos tenham um lar e onde nossos conceitos sobre riqueza e pobreza, beleza e feiura, utilidade e inutilidade não existam mais, apenas a igualdade entre espécies e nenhum animalzinho sofrendo. É uma utopia, eu sei, mas se sonharmos e botarmos a mão na massa uma utopia pode virar realidade. Um dia ainda monto um abrigo de animais no Caribe, com vista para o mar cristalino, enfim, quero basicamente montar um paraíso para os animais que não conheceram a bondade humana e resgatarei quantos puder. Mas, para que esse sonho por um mundo igualitário entre humanos e animais vire realidade, protetores de animais do mundo todo, uni-vos!

Anônimo disse...

Meu maior sonho é um mundo igualitário, onde todos os animais e humanos tenham um lar e onde nossos conceitos sobre riqueza e pobreza, beleza e feiura, utilidade e inutilidade não existam mais, apenas a igualdade entre espécies e nenhum animalzinho sofrendo. É uma utopia, eu sei, mas se sonharmos e botarmos a mão na massa uma utopia pode virar realidade. Um dia ainda monto um abrigo de animais no Caribe, com vista para o mar cristalino, enfim, quero basicamente montar um paraíso para os animais que não conheceram a bondade humana e resgatarei quantos puder. Mas, para que esse sonho por um mundo igualitário entre humanos e animais vire realidade, protetores de animais do mundo todo, uni-vos!

Selma Benjamin disse...

e´NOSSO PROBLEMA É GRANDEMENTE SÉRIO ...e o maior deles é que as nossas prefeituras vivem alegando que não tem verba e no muito nem se interessam .
tentei por quatro anos também junto a políticos )ANO POLITICO/ELEIÇÕES)e amigos "protetores" ver se pelo menos nos conseguiam terreno para podermos ter um abrigo para animais abandonados , consegui até dois veterinários que amam os animais e não o dinheiro para nos aconselhar e fazer EXAMES E CASTRAÇÃO SEMI GRATUITA OU SEJA DE BAIXO PREÇO ...MAS AS REUNIÕES SÓ DIMINUÍRAM ...DIMINUÍRAM E AS PESSOAS TAMBÉM ME DEIXANDO NA MMÃO . HOJE SOMOS UM GRUPO PEQUENISSIMO MAS DESACREDITADOS EM políticos somos por nós mesmos . So acredito nos irmãos Tripolli que realmente aindas fazem alguma coisa em prol dos animais, mesmo a distância e que tiveram os mesmos sonhos conseguiram O LAR SÂO FRANCIsCO que acabou sendo semi fechado por diminuiçao e falta de verba e boa vontade.Acredito por que eu vi, eles mantém ainda os que estão não alojando mais pelo mesmo motivo que os de alguns outros abrigos A prefeitura de São Paulo fechou os plhos para este vereador também, os voluntários se foram e as dispesas aumentarammmmmmmmmmm! Hoje eu estou cuidando de um cachorrão que foi atropelado ,socorrido pelo atropelador ,levado ao veterinario 24horas particular porque o hospital gratuito não funciona em fins de semana ja áquase dois meses está em frente ao mnosso condomínio na rua onde fizemos uma espécie de cabana e estou cuidando dele diariamente e de seus ferimentos Procurando um local onde possamos abriga-lo e não encontro ___estão lotados os poucos que temos ----- A ccz conforme as condições do animal fariam eutanasia ...Hoje seus ferimentos estão curados mas não pode andar ainda (não consegue- creio que atingiu a coluna, continua na rua com risco de ser queimado vivo ,,,Não podemos adentrar com ele em casa pois moramos em apartamento pequeno e ja temos sérios problemas com o síndico E VIZINHOS com os animais que ja temos CÃES E GATOS. EU REALMENTE NÃO SEI MAIS O QUE FAZER PRECISO DE UM ABRIGO PARA ELE para que possa viver o resto de seus dias com dignidade ...Eu acredito que com carinho e um carrinho-prótese ela vai conseguir andar.ESTOU PEDINDO AJUDA E NÃO ESMOREÇO EM NOSSO SONHO DE CONSEGUIR...ESTOU c
OM VOCES .MEU E-MAIL sbselma2000@yahoo.com.br.

Gabriele Barbosa disse...

Gente, eu sou de Saquarema-RJ, e tenho essa ideia também de criar um abrigo, uma lei pra minha cidade,pegar um terreno que seja da prefeitura e construir um espaço pra acolher os animais, mas não tenho conhecimento de leis e não sei por onde começa. Se alguém puder me orientar meu email é gabriielecb@gmail.com

Anônimo disse...

Acredito que construir abrigos e importante mais simplesmente achar um terreno e jogá-los la não vai ajudar os animais deve haver uma estrutura para isso não podemos criar depósitos de animais que as sociedade descarta e sim introduzi-los na sociedade. Vamos pensar assim para criar um abrigo o mesmo deve ter uma cede administrativa para acolher os amigos dos animais e escritórios onde possa ser criado campanhas de adoções locais para receber adotantes e visitantes. locais para banho e tosa, e uma clinica que possa fazer procedimentos como castração e tratamento de animais, e alem do mais o local aonde os animais serão abrigados também devera ter uma estrutura como casinhas para todos canil fechados e com espaços necessário e cachorrodromos para os animais se exercitarem e centro de adestramento Assim animais saudáveis castrados microcipados e adestrados são muito mais atraentes para adoção e as campanhas de adoção tbm devem ser sempre intensificadas. Infelismente e dificil consegui uma estrutura assim sem ajuda do poder públicos Talvez se nos os dizer que retirar os animais da ruas é uma questão de saudê publica evitando algumas doenças que os animais possas transmitir eles voltem os olhares mais facilmente para a causa Abraços a todos.

Alexandre Magno disse...

"Talvez se nos os dizer que retirar os animais da ruas é uma questão de saudê publica evitando algumas doenças que os animais possas transmitir eles voltem os olhares mais facilmente para a causa"

Pode ter certeza disso.

A noção que impera na sociedade é a de que animais não devem atrapalhar a humanidade e devem ser úteis a ela. Então é preciso usar uma linguagem matemática $$ para que se possa alcançar bons objetivos.

Diálogo é necessário porque persuasão é necessária. Não se pode esperar que todo mundo pense igual; o que se pode fazer é entrar acordos para ações essenciais, na base do "ganha-ganha".